A meliponicultura e as tribos indígenas

O Estado do Espírito Santo é dotado de uma diversidade de abelhas nativas sem ferrão, daí o nome melipone. Meliponário é a criação e o manejo dessas abelhas. Esses insetos fazem parte do ecossistema de áreas protegidas e urbanas do município de Vitória.

Dentro de nosso município já existem alguns produtores em potencial dessas abelhas, que têm proporcionado impactos positivos no meio ambiente, meio social e econômico onde estão inseridos.

A polinização promovida pelas abelhas aumenta o potencial vegetal trazendo equilíbrio ao ecossistema e riqueza de alimentos, pois são os melhores e mais eficientes agentes polinizadores.

Para quem maneja, o benefício além do hobby é uma alternativa econômica. Já o consumidor ganha com um mel de alto valor nutricional como potássio, magnésio, sódio, cálcio, fósforo, ferro, manganês, cobalto, cobre e alguns outros minerais que possuem propriedades medicinais de cura e prevenção de doenças.

Considerando esses ganhos e a experiência adquirida nesse manejo pelas tribos indígenas Guarani e Tupiniquim de Aracruz, solicitei uma visita técnica às referidas tribos para vivenciar o processo local.

Durante a visita recebemos uma aula sobre a produção de mel das abelhas nativas sem ferrão, em especial as uruçu-amarelas, e conhecemos também os meliponários do índio João junto com representantes da Associação de Melipolicultores do Espírito Santo, da Secretaria de Meio Ambiente de Vitória e da Fibria.

A meliponicultura praticada pelos índios tem a finalidade de reintroduzir algumas espécies que não eram mais encontradas na região, trabalhar a polinização da Mata Atlântica e possibilitar uma fonte de renda para as famílias.

Luiz Paulo Amorim (PV)

Data de Publicação: segunda-feira, 14 de agosto de 2017

ACOMPANHE A CÂMARA

Endereço:
Av. Marechal Mascarenhas de Moraes, n° 1788
Bento Ferreira - Vitória/ES - CEP: 29050-940


Telefone: (27) 3334-4500
E-mail: cmv.dec@gmail.com

Atendimento ao Público:
De segunda a sexta, das 08h00 às 18h00

Dia e horário das Sessões Plenárias:
Terças, quartas e quintas-feiras,
a partir das 16h00

Copyright © Câmara Municipal de Vitória. Todos os direitos reservados.
Ágape Consultoria